sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Irlanda do Norte

A região da Irlanda do Norte foi ocu¬pada durante séculos pelos britânicos. Assim, a maioria da população dessa área se tornou majoritariamente protestante. O restante da ilha da Irlanda tem população em sua maioria católica. As diferenças históricas provocaram uma divisão: de um lado, os protestantes (58% da população) - chamados unionistas - querem que o país continue ligado ao Reino Unido; do outro, os católicos (42%) lutam pelo fim do domínio britânico e pela integração da região à República da Irlanda. Com raízes na Idade Média, a luta acirrou-se no século XX, sobretudo após a independência da República da Irlanda, em 1949.
O confronto tornou-se aberto em 1972, quando manifestantes a favor da anexação do território à República da Irlanda foram violentamente reprimidos pela polícia no evento conhecido como Do¬mingo Sangrento. No mesmo período, o IRA (EXÉRCITO REPUBLICANO IRLANDÊS, CATÓLICO) ampliou suas ações, provo¬cando milhares de mortes.
O conflito parecia estar chegando ao fim em 1998, com um tratado de paz que previa maior autonomia à Irlanda do Nor¬te. Passaram-se ainda vários anos até que, numa importante decisão, o IRA anunciou, em julho de 2005, o abandono da luta armada. Em 2007, protestantes e católicos aceitaram dividir o poder, num acordo his¬tórico que contribuiu significativamente para o processo de paz na região.

Fonte: Atualidades Vestibular – Ed. Abril

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito agradecido pela sua visita.
Me perdoe não poder responder às suas perguntas.
Se gostou e quiser elogiar ou criticar positivamente, ficarei agradecido e até envaidecido.
Se não gostou, não há necessidade de expor sua ira, frustrações ou ignorância escrevendo grosserias. Simplesmente procure outro material na internet.
Forte abraço!
Prof. Miguel