sábado, 17 de abril de 2010

Estados Unidos da América

Área 9.363.520 Km2
População 270.000.000
República Presidencialista Moeda: dólar norte- americano Língua majoritária: inglês

MOMENTOS HISTÓRICOS FUNDAMENTAIS

PRIMEIROS COLONIZADORES- no século XV, os espanhóis fundaram núcleos na Flórida, no Novo México, no Texas e na Califórnia.
SÉCULO XVII- início da colonização britânica com a chegada de imigrantes no navio “Mayflower” (1621)
SÉCULOS XVII E XVIII - progressivamente são fundadas as “13 colônias britânicas da América do Norte”, todas elas situadas na costa leste
4 DE JULHO DE 1776- representantes das 13 colônias, reunidos no IIº Congresso Continental da Filadélfia, proclamam a independência
1776-1783- a Guerra da Independência
1787- a Convenção de Filadélfia elaborou a Constituição,até hoje em vigor
PARTIDOS POLÍTICOS PRESENTES NA CONSTITUINTE DE 1787- Partido Federalista (hoje, Partido Republicano), representando os interesses capitalistas do Norte; Partido Republicano (hoje, Partido Democrata), expressão dos fazendeiros da Virgínia
PROPOSTA DOS FEDERALISTAS- o país deveria ser uma federação, ou seja, com a existência de um governo central que delegasse relativa autonomia aos estados (líder federalista: Hamilton)
PROPOSTA DOS REPUBLICANOS- confederação, isto é, estados amplamente autônomos que delegassem algumas competências ao governo central (líder republicano: Jefferson)
SÉCULO XIX- “Destino Manifesto”: a expansão para o Pacífico incentivada pelo “Homestead Act” (“Lei de Cessão de Terras”). A “corrida para o oeste” atraiu milhares de imigrantes europeus

ETAPAS DA EXPANSÃO NORTE-AMERICANA- a França vende a região da Louisiana para os Estados Unidos (1803); ocupação da Flórida (1819); o Texas, inicialmente território mexicano e, em seguida, estado independente na mãos de norte-americanos, foi anexado aos Estados Unidos da América após um conflito militar que durou 3 anos (1845); o Oregon, território britânico, é vendido aos Estados Unidos da América (1846); o México, pelo Tratado de Guadalupe-Hidalgo, reconhece a anexação do Novo México e da Califórnia aos EUA (1848); o México vende o Arizona pelo Tratado de Gadideu (1853); o Alasca é comprado da Rússia (1867)
A QUESTÃO DO ESCRAVISMO- os estados do Sul, caracterizados pelo latifúndio exportador, eram baseados na mão-de-obra escrava negra; os estados do Norte, que desde o início da colonização conheciam comércio, minifúndios e pequenas indústrias domésticas, não tiveram escravismo. Na segunda metade do século XIX o capitalismo nortista pressiona pela abolição, o que era inaceitável para os estados meridionais. Resultou daí a “Guerra da Secessão” (1861- 65): os “confederados” (sulistas)
contra a União (nortistas). A vitória do Norte consolidou a Federação
SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX- tem início a expansão imperialista dos EUA
ETAPAS DA EXPANSÃO IMPERIALISTA- pela Guerra Hispano-Americana (1898), os EUA anexam Porto Rico e as Filipinas; no mesmo ano, o Havaí e Guam são integrados aos EUA; pela “Emenda Platt” (1901), os EUA fazem de Cuba seu protetorado* , o que facultava intervenções militares na Ilha; construção e domínio do Canal do Panamá (1903); ocupação da Nicarágua (de 1912 a 1933); ocupação do Haiti (de 1814 a 1934); a Dinamarca vende as Ilhas Virgens aos EUA (1916)

AS PRIMEIRAS POLÍTICAS NORTE-AMERICANAS PARA A AMÉRICA LATINA- “Doutrina Monroe” (1822): os EUA, desejosos de expulsar os europeus do continente, firmaram como princípio: “a América para os americanos”; a “Política do Big Stick” (“Política do Grande Porrete”, datada do início do século XX), definia o direito norte-americano de intervir na América Central de acordo com seus interesses políticos e econômicos, que não poderiam ser contrariados 1917- os EUA entram na Primeira Guerra Mundial (1914-1918); a vitória dos EUA e dos seus aliados
Inglaterra e França faz dos EUA uma potência mundial
ANOS 20 - “Era Coolidge” grande prosperidade econômica, período também conhecido como os “anos loucos” ou a “era do jazz”. Os norte-americanos não só se tornaram dominantes nos mercados mundiais como também impuseram seus valores culturais ao mundo através do cinema e da música (“american way of life”)
1929 - a queda da Bolsa de Nova Iorque
ANOS 30 - a Grande Depressão (falências de indústrias; terras hipotecadas pelos pequenos proprietários que perdiam suas propriedades para os bancos; milhões de desempregados) 1933 - eleito Presidente dos EUA Franklin Delano Roosevelt, que dá início ao “New Deal” (“Novo Acordo”): intervenção estatal na economia de mercado para recuperar a prosperidade norte-americana 1941- o Japão ataca a base norte-americana de Pearl Harbor (Havaí), levando os EUA a entrar na Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945) 1945- termina o conflito e os EUA são superpotência mundial
A PARTIR DA SEGUNDA METADE DA DÉCADA DE 1940- “Guerra Fria”: conflito ideológico, político e, por vezes, militar (guerras “limitadas”**) entre o Mundo Ocidental (capitalista) liderado pelos EUA e o Mundo Socialista, encabeçado pela União Soviética
Deve-se ressaltar que a expansão territorial norte-americana foi acompanhada de dois fatos fundamentais:
FERROVIAS - na segunda metade do século XIX, as companhias “Central Pacific” e a “Union Pacific” constroem a primeira ferrovia transcontinental das Américas, ligando a costa leste da oeste. Esse processo de “ferroviarização” acelerou o desenvolvimento econômico dos EUA
IMIGRAÇÃO - a ampliação do território norte-americano estimulou uma política de fomento*** à imigração. Em 1800, a população americana era da ordem de 7 milhões de habitantes; entre 1840 a 1900, entraram aproximadamente 30 milhões de imigrantes

DADOS POPULACIONAIS

COMPOSIÇÃO ETNICA - ingleses, alemães, irlandeses, italianos, indígenas, afro-descendentes e latino-americanos formando uma sociedade multicultural
MORTALIDADE INFANTIL - 8 crianças para cada 1000
EXPECTATIVA DE VIDA - 73 anos para os homens e 80 para as mulheres
CRESCIMENTO DEMOGRÁFICO - 0,76% ao ano
TAXA DE ANALFABETISMO - 1%

ESTRUTURA POLÍTICA

A NAÇÃO - uma Federação composta por 50 estados, mais o Distrito de Columbia, onde se localiza a capital do país: Washington.
REGIME- presidencialista, sendo o Poder Executivo exercido por um Presidente da República eleito para mandato de 4 anos, podendo ser reeleito somente uma vez
SISTEMA ELEITORAL PARA PRESIDÊNCIA - a população (sufrágio**** não obrigatório) vota para eleger os representantes de cada estado no Colégio Eleitoral (a representação se dá conforme o número de habitantes em cada estado). Esse Colégio Eleitoral é que escolherá o Presidente da República.
PODER LEGISLATIVO - bicameral: Senado (2 senadores por estado) e a Câmara dos Representantes ( um número de deputados proporcional à população de cada estado)
PODER JUDICIÁRIO - encabeçado pela Suprema Corte
PARTIDOS BÁSICOS - Partido Republicano (mais conservador) e Partido Democrata (mais liberal e favorável a maiores gastos sociais)

VOCABULÁRIO DA AULA
*Protetorado – país formalmente independente mas, de fato, tutelado por uma grande potência
**Guerras limitadas – conflitos de pequeno porte, guerras não totais
***Fomentar – estimular
***Sufrágio - eleição

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito agradecido pela sua visita.
Me perdoe não poder responder às suas perguntas.
Se gostou e quiser elogiar ou criticar positivamente, ficarei agradecido e até envaidecido.
Se não gostou, não há necessidade de expor sua ira, frustrações ou ignorância escrevendo grosserias. Simplesmente procure outro material na internet.
Forte abraço!
Prof. Miguel